Entrevista: um mês depois da chegada, cidadãos ucranianos refazem a vida na Lourinhã