“Lourinhã, compostar para todos”: projeto piloto envolve quatro localidades do concelho

As localidades da Praia da Areia Branca, Pregança, Miragaia e Moledo foram os locais escolhidos pelo município para dar início ao projeto piloto “Lourinhã, compostar para todos”.

O projeto tem como objetivo disponibilizar equipamentos de compostagem comunitária (biocompostores), nestas quatro localidades, reduzindo a quantidade de biorresíduos enviados para aterro. O composto resultante da compostagem comunitária, explica o município, será utilizado como fertilizante natural nas zonas verdes dessas freguesias e nas hortas e jardins dos participantes.

Com este projeto, o município pretende impulsionar a economia circular e melhorar a gestão de resíduos, “através do aumento da taxa de desvio para aterro dos biorresíduos produzidos pela comunidade local, conseguido através das correta separação na origem e da acertada deposição final.”

O projeto piloto resulta de uma candidatura apresentada pela autarquia aos Aviso nº 8247/2021 do Fundo Ambiental – “Biobairros – da terra à terra”.

O projeto “Lourinhã, compostar para todos” destina-se aos munícipes residentes nas localidades das freguesias abrangidas por este projeto: freguesia da Lourinhã e Atalaia (Praia da Areia Branca), freguesia de Miragaia e Marteleira (Miragaia), Santa Barbara (Pregança) e freguesia de São Bartolomeu dos Galegos e Moledo (Moledo).

Os interessados em participar devem preencher, assinar e entregar a ficha de inscrição, na Junta de Freguesia ou enviar, por e-mail, para [email protected] Só depois da inscrição recebem o kit de Compostagem Comunitária e um convite para uma ação de formação a realizar em datas ainda a definir.

Mais informação sobre o projeto piloto “Lourinhã, compostar para todos” disponível aqui.