Torres Vedras vence prémio de integração de comunidades ciganas do Conselho da Europa

Foto: Município de Torres Vedras

A Câmara Municipal de Torres Vedras foi distinguida com o primeiro lugar dos prémios Dosta!, atribuído pelo Congresso de Autoridades Locais e Regionais do Conselho da Europa pelas iniciativas desenvolvidas no âmbito da integração de ciganos e viajantes. A distinção foi atribuída no âmbito da implementação do Plano Local de Inclusão da Comunidade Cigana (PLICC) de Torres Vedras, que promove a participação activa e a integração daquela comunidade.

Para além de Torres Vedras, foi distinguido também um município da Grécia e outro do Reino Unido.

Coube à vereadora do Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, receber o prémio, dedicando a distinção “a todos os ativistas ciganos, em especial, às mulheres que fazem ouvir as suas vozes e constituem uma fonte de inspiração pelas suas histórias de resistência e superação.”

A autarca destacou o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no que toca à integração da comunidade cigana, evocando a integração de mediadores na Câmara Municipal e a criação de um Grupo de Acção Comunitária composto por cidadãos da comunidade cigana que promove a participação e o diálogo entre a comunidade e as autoridades locais.

O prémio Dosta! é atribuído pelo Conselho da Europa desde 2007. Portugal nunca tinha tido um município distinguido. Torres Vedras foi o primeiro município do país a ter um Plano Local de Inclusão da Comunidade Cigana, que nos últimos anos levou a iniciativas culturais e à criação de um grupo de acção local com cidadãos da comunidade cigana.